• Home Banner1

A arbitragem como forma de resolução de conflitos se coloca, de um lado, como uma alternativa à morosidade do Poder Judiciário e, de outro, como expectativa de um julgamento onde os árbitros possuam grande conhecimento das especificidades fáticas, técnicas e jurídicas, o que é indispensável em casos de maior complexidade.

• Atuação em processos arbitrais envolvendo agentes privados e agentes públicos;